O quase fim

Estava vasculhando minhas folhas de anotações, em busca de algo para escrever, quando me deparei com a seguinte nota: "Talvez não exista o depois. Talvez tudo acabe agora mesmo. O fim seguido das manchetes: 'estudante morre prensada contra parede do ônibus'." Escrevi isso ano passado. Eu estava dentro do ônibus, pela manhã bem cedo, indo para a escola. Estava sentada ao lado da janela, e a outra metade do banco estava vazia, até que uma jovem um pouco acima do peso decide ocupar o lugar.
Eu não sei se ela se deu conta disso ou não, mas ela estava me empurrando contra a parede. Eu me ajeitava, me afastava um pouquinho, e ela ficava ainda mais à vontade. Até que chegou um momento em que eu sequer conseguia mexer os braços. Estava sendo esmagada, e até os meus pulmões já estavam doendo. Aliás, tudo já estava doendo, doendo mesmo, e eu já sentia uma leve dificuldade para respirar.
Comecei a pensar tudo isso, até decorar a nota, que anotei assim que cheguei na escola. Felizmente (para mim pelo menos), a jovem gordinha desceu antes que eu tivesse uma parada respiratória.

> Triste é aquele cuja cidade não tem linha de ônibus... Ele não tem histórias de ônibus para escrever por aqui...
> Enquanto escrevia esta trágica história parei de repente. Aí eu decidi digitar um ^ seguido de um i. E obtive î. Onde é usado isso?

4 comentários:

vini disse...

aquela frase do ônibus
a penúltima
fui eu o autor, certo?
ou eu inspirei a isso numa discussão
outra
o î é usado na república tcheca, assim como o ¨ ou o ` em cima de qualquer consoante, como b, r e c, ou até em cima de vogais, como o e E

eu aprendi isso assistindo futebol

Graziela disse...

ah bom... interessante. e sim, a frase do onibus tu me inspirou a ela.

ViNícULa disse...

mas oooo eu

Graziela disse...

hahaha