Muito mais do que tosco

Poucos sabem, aliás, nem o vice presidente e maior divulgador do blog sabe. Aliás, acho que nem o meu eu-lírico sabe disso. Se bem que, ele sabe muito mais do que eu. Enfim, não vem ao caso nada disso.

O fato é que a origem do tosco foi tida em um momento de extrema espontaneidade literária. Sim, não preciso dizer que, até pelo fato de ter sido o precursor, idealizador e criador do tosco, para só depois então chamar o atual vice-presidente, fui eu quem criou o nome. Isso não é uma grande glória nem uma coisa importante e muito menos quero me achar importante dizendo isso, mas há de se esclarecer os fatos.

O nome não surgiu de texto famoso, não surgiu de uma boca famosa nem algo parecido. Foi num momento muito comum, véspera de minha saída no sábado para ir no CLJ, o Ricardo estava presente. Mas será que esse humilde e ... blog realmente merece o nome que tem?

Paro e penso, tentando lembrar de algumas postagens históricas. A primeira, feita por mim, onde não me apresento nem merda semelhante alguma, apenas digo que aquele é o primeiro post do blog.

Bah, pensando bem, não lembro de nenhuma postagem histórica, nem da 50ª nem da 100ª, ambas devem ter sido feitas pelo guri que é mais atrapalhado que cusco em procissão. Devem, pois não tenho certeza de nada.

Mas eu não tinha muita vontade de postar no tosco, mas postava. Um texto aqui, outro depois, ajudava o Maurício a escrever listas e corrigia alguns textos dele, mas há pouco tempo é que deixei de ser o dono que só manda e passei a colaborar com o conteúdo, o que antigamente eu fazia à distância, se é que me entendem. Fui o responsável pelas mudanças no layout desse blog, sendo que uma foi feita apenas pelo fato de que fomos copiados por um idiota, que não merece ter seu nome citado...

Mas lendo os textos, principalmente da mais nova membra do "staff T.p.s.T", vejo que o blog, mesmo que o Vigilante não divulgue mais, mesmo que não tenha mais nenhum comentário de fora, mesmo que as visitas sejam mínimas, é um blog muito bom. Não digo com a visão de um membro do blog, mas como visão de leitor.

Um blog deve ser, antes de tudo, a expressão voluntariosa de alguém. Ou seja, ter um blog por obrigação não é legal. E os que aqui postam, postam com vontade e demonstram suas vontades e opiniões próprias. Ninguém interfere no texto de ninguém, e aí exclui o texto do Maurício que eu postei antes mesmo dele ter acabado(mas já tinham sido postados alguns depois daquele, ou seja, ele não iria terminar aquele texto, o que me dá razão para a minha atitude). Ninguém critica ninguém por uma opinião. Cada um tem a sua e isso torna o tosco algo realmente importante, mesmo que em diferentes medidas e proporções, para cada um que aqui escreve.

Tenho um sentimento de felicidade com o meu primeiro blog, com o blog da gurizada e com o meu blog nunca divulgado, mas com o tosco é diferente. Eu divido espaço com outras pessoas, o que torna mais completo o blog.

Eu não iria postar nada disso, mas como acabei esquecendo o assunto original, deixo por aqui o meu obrigado àqueles que fazem do tosco cada dia um blog melhor e um obrigado àqueles que comentaram, de vontade própria e de maneira sincera, contribuindo com o blog. Quem comentou sem ler, criticou sem saber do que estava falando ou apenas banalizou o legal com relação ao blog, não é bem vindo.

Tão tá!

Abraço.

Um comentário:

Mateus disse...

Muito bom o texto, o blog, enfim, vocês são pessoas bem inteligentes e digo na certeza que esse blog é o melhor que eu já li, até porque ele é bem diferente dos demais.
Parabéns