A vida não é justa, o futebol, muito menos

Mas hoje eu tinha aula à tarde também, História e educação física. A História é legal, principalmente as grandes guerras. Mas não resisti e vim para casa na hora de educação física, que para muitos é a melhor aula, mas para mim é a terceira pior, só atrás das línguas estrangeiras. Estranho sim, mas não me motivo mais para jogar com as pessoas do meu colégio. Não tem mais motivação, vontade, clima algum que me faça querer jogar lá.

Então voltei para casa. Vento frio. Chegando em casa lembro que o principal motivo para ter voltado era assistir à Eurocopa. E lá vou eu, para a frente da TV ver o não muito empolgante Suíça x Turquia. Então, lá pelos 10 minutos, percebo a minha situação. Enquanto muitos estavam correndo no vento, para praticar uma saudável atividade física, eu estava quase deitado no sofá, assistindo uma partida de Eurocopa e comendo pipoca com melado. Cara, o mundo é injusto, e hoje isso foi muito bom pra mim.

Pra quem gosta de futebol arte, passes certos, jogadas ensaiadas, esse jogo foi chato. Mas para loucos como eu, que preferem correria, disposição, chute, balão, carrinho, dividida, torcida vibrando por um lateral ganho, o jogo foi muito bom. E aquele 1×0 da Suíça, gol do Yakin era fantástico. A bola quase parou em uma poça d’água antes de chegar nele. Fantástico. Chorado. Gol. Matado. Yakin perdeu um mais feito ainda depois, mas naquele ritmo, não faria falta.

O campo secou no segundo tempo e os turcos de merda empataram o jogo. A Suíça não sabia mais o que era atacar, mas não deixava os turcos de merda atacarem também. A bola corria, mas não sabia para onde, ou por quê. A Suíça perdeu 2 gols ainda, o maldito goleiro turco de merda defendeu uma bola, do Yakin, que se fosse mais forte, era gol. Aí, num maldito contra-ataque, coisa que a Suíça cansou de perder, os turcos de merda viraram o jogo. Injusto. O mundo era injusto, mas o futebol era mais.

Em casa, com uma torcida alucinada, e provavelmente bêbada, a Suíça merecia pelo menos entrar com vida no último jogo. Que sejam os Tchecos os heróis vingadores, que mostrarão aos turcos de merda que não se elimina a seleção da casa no segundo jogo, principalmente quando a mesma jogou melhor.

Faltou um gol. Faltou só um gol. O gol do Yakin. Mas o time não jogou mal. É que tinha um centroavante careca, ruim que nem o Anderson Barbosa, ou até pior, que tava substituíndo o Frei. Se tivesse o Frei em campo, pelo menos um gol ele guardava naquele campo empoçado.

É só os turco de merda, os portuga de merda e os franceses de merda não ganharem, que qualquer resultado é válido.

ps. Baita atuação da dupla Torres e Villa. Eu avisei que eles iriam comer o rim nessa Euro…

Um comentário:

Ramone Manfio disse...

eles tinham que fazer a mesma coisa na copa
dai o Torres ou o Villa passam o gordo e viram os maiores goleadores de copas do mundo