5 piores coisas em um jogo de futebol varzeano

1ª - Ter um gordo no time: Por mais que esse cara saiba chutar ou tocar a bola, não é nada bom ter um gordo no time. Gordos por serem mais pesados, cansam mais rápido e não correm muito, ou seja, com um cara assim no time, você tem que correr por você e por mais um. Sem dizer que os contra -ataques velozes e as bolas nas costas desse gordo, tem uma grande probabilidade de ocorrer.

2ª - Jogar em umas "bocadas": Digo isso por experiência própria. Jogar em uma vila braba é muito ruim. Muito pior que jogar no Olímpico ou no Beira Rio, que ao menos tem policiamento. Nessas vilas, além de você apanhar que nem um cachorro em campo, é prejudicado pelo juiz, que no fundo está tremendo de medo e se por acaso teu time ganhar, se prepare, vai rolar um tiroteio no fim do jogo. Dica: Fim do jogo, saia correndo e ponha em prática o "pernas pra que te quero".

3ª - Campos sem condição alguma de jogo: O goleiro Victor do Grêmio, falou que o gramado do Beira Rio é irregular. Claro, aposto que ele nunca jogou no campo do Avaí aqui em São Leopoldo. Vou te dizer, que gramado ruim. Difícil demais dominar uma bola, armar um contra-ataque, jogar com a bola no chão, chutar em gol, passar e mais um monte de coisas. Sem dizer que pro goleiro defender um chute rasteiro, é quase impossível.

4ª - Ter um técnico "gritão" - Digo isso por experiência própria². Porra, que negócio chato isso, o treinador passa a maior parte do tempo berrando, gesticulando e berrando mais uma vez. Enche o saco. Ainda se fosse uma Copa do Mundo ou final de Libertadores, mas não é nada disso. Quando você erra um passe ou erra um gol, o treinador quase te crucifica. Quando você recebe a bola, ele te manda tocar pra um ou pra outro. Enfim... Isso acaba te abalando emocionalmente, ainda mais quando você erra feio e recebe um belo xingamento, assim você não joga nada e o time perde.

5ª - Ter um "crack" meia boca - Sabe esses jogos que o time precisa ir pra cima pra vencer o jogo? Então, o cara que é pra ser o "craque" do time, que é um baita fominha, decide fazer tudo sozinho. Mas como o futebol é coletivo e posse de bola, esse pseudo craque não passa a bola, arrisca chutes ridículos, arma uns 20 contra-ataque pro outro time... É muito fácil jogar contra um timeco ou quando as coisas estão bem, mas quando as coisas apertam, ai a vaca vai pro brejo. Afinal, Crack nem pensar !

3 comentários:

Lidi 's disse...

Ter um gordo no time: Por mais que esse gordo saiba chutar ou tocar a bola, não é nada bom ter um gordo no time.

Preconceituoso
:B

Graziela disse...

isso aí.. crack nem pensar. daí eu posso jogar junto ahuaha

Maria Clara disse...

Ainda bem que eu não jogo futebol,é de fato um jogo muito estressante.haha.