Grandes feitos desprezados

O que você vai fazer para que lembrem de você para sempre, como o Isaac Newton e/ou o Benjamim Franklin?

Você pensa em criar uma fórmula que possa mudar a vida de todos(e ferrar com os estudantes) e/ou pensa também em criar a cura de uma doença, como o câncer?

O fato é que, muita coisa que você faz é um grande feito, só não garante que vão lembrar para sempre, como o tal do teorema de Pitágoras.

Você já assistiu todos os animes que existem, mas seus amigos nem sabem o que é anime, e você não tem ninguém para conversar sobre isso?

Você era o aluno mais inteligente do seu colégio e todos te chamavam de cdf/nerd e agora você é um burro?

Você teve que chamar sua mãe, pra ver o final do jogo que você demorou tanto tempo pra virar?

Você caminhou 4 km, num sol de rachar, porque não tinha dinheiro pro ônibus e seu celular estava sem créditos?

Você foi o maior artilheiro desses jogos de esquina?

Você faz cálculos mentais, nunca usou a calculadora e falam pra ti "Porque gastar o cérebro, se existe calculadora?"

Você fez 200 abdominal e 80 apoios e quase morreu depois?

Você bebe 1 garrafa de vodka sozinho e depois ainda quer beber uns goles de velho barreiro?

Enfim... Se você já fez ao menos duas coisas dessas ai ou quaisquer que sejam, achou isso um grande feito e não entende como lembram sempre de pessoas como Camões e Maquiavel, que se tivessem passado em branco na história, não ia fazer diferença alguma na sua vida? Então, somos dois !

Post bastante confuso, mas...

8 comentários:

Thequila! disse...

Já fiz dois desses, com certeza.

Mas, mesmo que ferre com os estudantes, eu gosto de saber sobre pessoas que fizeram grandes feitos, sejam eles úteis ou não (como o caso do padre de balão, baita inútil)...

Letícia disse...

acho que quem bebeu a vodka e quer o velho barreiro é tu hein ^^

Matheus disse...

Quem sabe re-inventar um novo vírus pra ferrar com a saúde pública mundial... Ahh, mas isso já fizeram com o H1N1... ¬¬

Fato é que ser importante/lembrado por quem gosta de nós já é o bastante, até porque quando entra em cena o "de cujus", a regra é que todos viram bons, independente do passado...

Ohh, Sr. Fulano era um bom pai... bom marido... se dava bem com os vizinhos... (era um merda mau-humorado que dava veneno aos gatos do vizinho porque estes defecavam na horta e não gostava que o filho da vizinha andasse de bicicleta na calçada pois deixava marcas de pneu nas lajotas brilhantes, constantemente esfregadas pela Dona Fulana...)

Pensemos no hoje. É o suficiente. O amanhã a Deus pertence... haha

E sempre virá um CDF/Nerd cujo feito superará o nosso... vide a quebra constantes dos recordes mundiais pelo Bolt.

Sei lá... acho que divaguei mais que o Maurício... mas tá valendo.
É isso. Valeu!

Thequila! disse...

Matheus, esses que sempre superam nosso feito são aqueles que não fazem nada além de treinar isso que nós fazemos por diversão e, sem querer querendo, conseguimos fazer muito bem.

Marcelo disse...

uhauhauhaa
Muito bom o blog,
curti o texto!
http://marcelo-rezende.blogspot.com/

Caio Malingre disse...

Bom, que todos queremos ser lembrados não há dúvida, mas será mesmo que Camões e Newton, por exemplo, são lembrados da forma que merecem???
Pra mim não importa se você é conhecido por todo o mundo, o importante é você ficar na memória de quem sempre te lembrará com o carinho e amor que você merece... não se preocupe em fazer uma supermega maluquice ou passar anos trancado realizando pesquisas como Einstein... simplesmente seja feliz e faça quem você ama feliz, pois essa é a melhor forma de entrar para a historia ;D

belo post, se der p comentar no meu blog eu agradeço...
http://futeminhavida.blogspot.com/
vlw aee, flwws

Bella disse...

Parabens! Tem um selo a sua espera no meu blog!

http://essaexistencia.blogspot.com/2009/10/olha-o-selo-ai.html

Bjokas

karenn disse...

Já fiz um monte dessas coisas e num fui reconhecida, haha. Já desisti de entrar pra historia ;P