Sobre mais um dia de vida...

Um dia de vida me rende muitas risadas e uma porção de anotações.

A começar pelo ônibus. Hoje veio um velhão pra nós. Mas arcaica era a placa: "TRÔCO MÁXIMO: CR$". Não, não escrevi errado. Estava escrito "TRÔCO", com acento circunflexo mesmo. E sobre o "CR$" eu nem preciso comentar né.

Depois, na escola, eu achei um percevejo no corredor e decidi colocar na cadeira do meu colega. Ele sentou em cima. Mas não deu nada, porque era aniversário dele, e então se perdoa qualquer sacanagem.

No almoço, eu pedi pro meu colega o tema de Filosofia, pra mim copiar no meu caderno. Ele pega o caderno dele:
- Tá na primeira matéria, no caderno de Português, depois do texto de História.
E essa organização aí, cara?

Mais depois, na aula de matemática, o professor pergunta:
- Como é que vocês fariam pra medir o raio de uma bola?
Todos começaram a manifestar as mais mirabolantes teorias... Aí o professor pergunta:
- Qual é a relação entre uma bola de futebol e um leão velho?
Ao que um dos meus colegas responde:
- É ruim de se medir.
Mestre dos chutes mais esfarrapados. Um dia tu acerta, mas não foi dessa vez.

Passaram-se alguns períodos, agora é aula de Eletrônica Analógica. O professor, mais enrolado não precisa:
- É diferente. Aqui é zero proque não tem tensão. Já aqui TEM energia, mas é zero.
Ah, claro, perfeito. Tem energia. É zero, a energia é nula, mas tem. Compreendo, sôr.

E no final, eu de volta em casa, olho pro meu pai fechando o ziper do casaco novo:
- Mazáa!!
- Que? O casaco novo?
- É.
- Mas nem é tão novo assim...
- Não? Quando tu comprou ele?
- Junto com o casaco do Caetano, naquela vez.
- Ah, não tinha visto ele ainda...
- É que essa é a primeira vez que eu tô usando...

Talvez nem tenha sido engraçado. Mas ao vivo é, garanto.

7 comentários:

Thequila! disse...

O cara da aula de matemática é um gênio!
E a resposta para a primeira questão é, obviamente, medir o diâmetro da bola e dividir por 2π.
Quanto a segunda questão, eu não sei, pelo menos não ainda.

E dias assim é que me fazem ir pra frente. Monotonia o caralho, meu nome é Zé Pequeno! Dias simples e engraçados, em que a rotina é a mesma, mas parece completamente alterada, rocks!

Graziela disse...

rá thequila! te peguei em cheio. parece muito fácil medir o diâmetro de uma bola, mas estamos falando em precisão. como é que tu sabe onde é, precisamente, a "linha do equador" de uma bola?
e a resposta da segunda questão é um trocadilho infame: "ambos são uma esfera/ex-fera"

e é, são esses pequenos detalhes que fazem uma mesma rotina ser tão diferente a cada dia!

Thequila! disse...

já dizia a professora Edi: quer precisão? meça direito várias vezes e faça a média...
não que ela esteja certa, mas ela também não está errada.
Sei lá, pega um paquímetro grandinho, mede o diâmetro e divide por 2...

euri da resposta da segunda questão.

Maurício disse...

E sobre o caderno organizado, bom... Sem comentários, porque os meus...

Letícia disse...

Sem comentários foram os erros de português do Nathan, dos quais não me recordo, mas na hora eu ri muito ^^

Graziela disse...

natan não tem h lê... haha
e sim. os erros de português dele são imperdoáveis.

Graziela disse...

"livro-e-arbitro" ao invés de "livre-arbítrio" é um exemplo dos erros dele...