Trotes e enganos

Hoje eu saia de casa super atrasado, como de costume, e quando cheguei no portão, tocou o telefone. Corri pra atender pensando que era minha mãe ou o cara que ficou de arrumar o portão, mas não, era trote. E uma das piadas mais idiotas que existem(tem um carro branco gelo ai em frente? Ah ta, é porque ele já congelou então). Fim de tudo: Cheguei tarde no jogo.

Eu acho que a maioria das pessoas, já atendeu o telefone e era engano. Até ai tudo bem né, mas se tu acabou se machucando antes disso. Cito eu como exemplo: Eu tinha uns 10 anos por ai e o telefone tocou. A mãe pediu pra mim ir atender e eu fui, correndo. Quando fui entrar na porta, bati com o meu dedo do pé menor ou "minguinho" no canto da porta. Cheguei a ver estrelas de tanta dor, mas mesmo assim peguei o telefone e atendi. Queria falar com o Pedro e aqui em casa não tem pedro nenhum. Acho que até hoje ainda sinto dor no dedo por causa daquele maldito dia.

Errar é humano sim, mas... Tem situações que esse "ditado" que vá pra puta que pariu mesmo.

E quem nunca caiu naquelas piadas como aquela do início do texto? Ou a famosa, que até eu usei uma vez, "trabalha com roupa? Não? Ah, então trabalha pelada".

Todo mundo quando foi criança já deve ter ligado pra alguém e desligado ou com piadas. Eu já fiz isso uma vez também, mas foi de raiva porque o vizinho filho da mãe não quis devolver a minha bola e quando devolveu, devolveu furada.

ps. Não cai no trote, porque já conhecia a "piada"

Um comentário:

Graziela disse...

pior que trote, são aquelas mulherzinhas de banco oferecendo cartão de crédito... bah tá vontade de tocar o telefona na parede