Teoria de sociólogo, eu vou te dizer!

Hoje eu li no jornal um texto de um cara que estava reclamando do que o sistema fez com os sonhos de infância dele. Ah, claro, agora se ele não conseguiu ser o Super-Homem e salvar o mundo, como ele disse que sonhava, a culpa é do sistema! Não que eu acho que o sistema é uma coisa boa, que ele tá perfeito do jeito que tá, mas convenhamos, se existem uma coisa inútil, redundante, e de gente acomodada, essa coisa é reclamar do sistema.
O sistema não manda em ninguém. O sistema não transforma a vida de ninguém. O sistema não tira sonho de ninguém. A menos que você mesmo dê vida a ele, o sistema não é um ser vivo. É uma máquina, apenas isso, e entra nela quem quer. E somente quem quer. Se você quer levar uma vida diefrente, longe do estresse dos negócios, longe das cidades, se você quer ganhar a vida de um jeito diferente, pois bem, VÁ E FAÇA!
Aí você vai me dizer que a coisa é difícil, que não é tão fácil assim, que voce precisa se alimentar, se vestir, e além disso, precisa de uma antena de TV pra poder assistir o Faustão domingo de tarde. E eu digo, novamente, que isso é coisa de gente acomodada. Se você quer algo diferente, VÁ E FAÇA. A sobrevivência não é garantida. A batalha será necessária, talvez criatividade, inteligência, serão também boas cartas na manga. E vontade. Isso é o processo de seleção natural.
No Brasil, há um montão de gente "para os quais o sistema não dá chance" que não trabalha, rejeitou oferta de emprego, e ganha os bolsa isso e aquilo que o Lula dá. Se eles não ganharem isso, morrerão de fome. E isso será algo extremamente horrível!! Eu acho, posso ser insensível, desumana, ou sei lá o que, mas isso é um processo de seleção natural. Colhe quem planta e não quem reclama.

10 comentários:

Polyana Lima disse...

Adorei ... Dia desses escrevi um post parecido no meu blog ... e digo o mesmo ... RECLAMAR DE TUDO E NÃO FAZER ACONTECER NÃO ADIANTA!!!

parabéns lindo blog ...
passa lá qualquer hora!

ViNícULa disse...

lendo isso lembrei de um texto meu

link pro texto

ViNícULa disse...

não é realmente e declaradamente sobre mas

enfim


o fato é que concordo

quem quer uma coisa diferente
tem que buscar uma coisa difernete

ou se contentar com a patética igualdade

Ju disse...

Pois é, é verdade. Além do mais, só reclamar e não fazer nada não vai trazer diferença alguma! A verdade é que o sistema manipula a vida de cada um, e para não se deixar levar seria muito trabalhoso. Se as pessoas não estão dispostas a fazer acontecer, que não reclamem!

^^

Letícia disse...

sei lá...é bem o que eu digo daqueles caras pedindo dinheiro na rua...até hoje ningupem doente, aleijado ou doente mental veio me pedir grana...então, porquê diabos a pessoa não trabalha pra ganhar dinheiro? essa é fácil responder...o titio lulinha dá tudo pro povinho, então é mais fécil pedir dinhairo na rua além da graninha que o titio dá...sem contar qe a nova moda é os papais mandarem os filhinhos pedirem esmola pq criança cativa a gente...mas eu digo uma coisa: comiigo não ¬¬

Letícia disse...

meeedocéu quanto erro de digitação no meu comentário :X

Graziela disse...

hehe Lê vou considerar os erros consequencia de tu estar muito cansada por ter voltado de lomba e tal :p

a verdade é que eu não sei se alguém entendeu o que eu queria dizer na mais profunda essência do meu pensamento
o sistema NÃO manipula ninguém.
ta tudo na cabeça de todo mundo
são aquelas drogas de paradigmas que a gente ouve e não sabe do que falam

é o que eu penso pelo menos

Fernanda disse...

Bem, Graziela, existem as duas coisas, que não são incompatíveis: os que são realmente oprimidos pelas circunstâncias (alguém que foi, por exemplo, preso injustamente; alguém que não consegue atendimento médico etc.) -- pelo tal "sistema" -- e os que ainda têm alguma condição de lutar contra sua situação, por mais que haja dificuldades e manipulações de toda sorte. Há situações que fogem ao controle da pessoa e pelas quais o governo é responsável, sem dúvida. Outras há em que o desfavorecido, por ter tido alguma chance que faltou a tantos outros (normalmente, em termos de informação), consegue se reerguer por seu próprio esforço. Um exemplo disso é o caso do rapaz que era morador de rua, mas conseguiu passar em seu primeiro concurso público. Força de vontade admirável. Sim, todos deveriam ser assim e agir, em vez de reclamar; concordo. Porém a força de vontade e a automotivação também só vão até onde certas circunstâncias permitem. Só pode lutar quem sabe o que significa isso, porque existem os que não receberam nem resquícios de instrumentos para começar a fazer alguma coisa. É como tentar caminhar sem saber que existe estrada.

Thequila! disse...

Primeiro post que eu concordo só em parte... Afinal de contas, o sistema afeta, sim, a vida de todos, e de uma maneira imprevisível.
O sistema destrói, sim, vidas e sonhos de muitas pessoas.

Só não é uma coisa tão simples de acontecer. É que nem rodar em escola particular: tu teria que se esforçar mais pra rodar do que pra passar de ano!

E sim, gente acomodada sux.
Mas, por outro lado, é bom porque significam um a menos na concorrência de empregos por aí (A)

Maurício disse...

Rodar em escola particular é o fim dos fins

aonde já se viu, pagar um dinheiro daqueles pro filho rodar?