Histórias do ViNícULa - A curiosidade matou o papagaio...

Certa feita, um homem resolveu que estava sozinho demais e foi comprar um animal. Mas como cão, gato e peixe já possuía, resolveu comprar um pássaro. Tentou achar a galinha dos ovos de ouro, um rouxinol e até uma fênix, mas acabou levando o único pássaro que havia na loja. Era um papagaio. Que, por ser o único lá, estava deprimido com a falta de companheiros e passava a noite inteira cantando.

Claro que o homem que comprou-o não sabia disso.

E os dias seguiram-se, o papagaio, mesmo sendo bem tratado, ganhando ração de arara azul e vivendo em um espaço maior que o próprio quarto do homem, continuava enchendo o saco com seu canto deprimente. Eram aquelas tentativas de música caipira, e o idiota do papagaio até segunda voz fazia. Ao mesmo tempo.

Então o homem, que dormia feito pedra e nada ouvia, percebeu que seu cão, seu gato e até o seu peixe estavam com olheiras. Sim, olheiras(!!!). O papagaio não os deixava dormir. Até que um dia, o homem voltou do passeio com o cão, encontrou a porta da gaiola(que no caso era uma gaiola grande pra caramba) aberta e o papagaio, morto.

Nunca descobriu, mas a curiosidade matou o papagaio...

Sim, Curiosidade era o nome da gata do homem, que não quis comê-lo, pois tinha medo de que ele ressussitasse dentro de seu corpo...

Um comentário:

Graziela disse...

hahaha
então a curiosidade quase comeu o papagaio