Da chuva ao céu, e o meio termo disso, e nada disso também

O afastamento meu e do outro membro guri do blog se deve ao fato de visitas estarem aqui em casa, inclusive o referido. Mas como o Tosco é uma equipe, a membra Graziela deu conta do recado e tratou de manter, e diga-se de passagem muito bem, atualizado o blog.

O fato é que começou a chover e eu postaria Who'll stop the rain, do Creedence, porque nem preciso dizer o que a música tem relacionada. Mas como uma música foi postada, não tenho o que deixar aqui relacionado a chuva.

Ah, poderia postar o tutorial de como caminhar na chuva, mas fui informado que já postei o mesmo aqui no Tosco. Então apenas comenta-se sobre chuva agora.

A chuva cai de cima, a menos que você esteja amarrado a uma corda ou material parecido, de cabeça para baixo. Aí a chuva cai de baixo. Bah... acho que vou fazer isso um dia. Deve ser bem legal poder dizer que já viu a chuva cair de baixo. Outro fato é que a chuva é composta por moléculas de H2O, mas eu não gosto de Química, por isso deixo para quem gosta comentar.

Outro fato é que a chuva é legal. Quem não gosta de dormir em dia de chuva. Até porque, para alguns, é ruim sair de casa na chuva, pois a chuva molha(pessoas espertas as que dizem que vão se molhar se saírem em um dia de chuva...) e isso não é bom para alguns. Outro fato é que o barulho da chuva acalma, ou pelo menos dá uma sensação de tranqüilidade e conforto, o que pode, e muitas vezes é, abalado por um baita trovão, raio, enfim, dêem o nome que quiserem àquelas correntes elétricas que são formadas... bom, não vou explicar isso. Sim, trovões, raios, enfim...(repita-se aqui, através dos 3 pontos aquilo que escrevi na última frase) abalam a calma. A menos que tu já estejas dormindo(da 3ª pra 2ª pessoa do nada, só nos meus textos isso acontece) e não ouças nada. Ou, como eu e alguns muitos outros, estejas ouvindo uma música muito alta ou esteja usando fones de ouvido(que emitem a música direto no teu ouvido, o que impede de ouvir alguma outra coisa, como o xingão da tua mãe por estar com os pés ao lado do bolo recém feito.

Hahaha. Eu sei o quanto é ruim ler um texto cheio de ou's e complementos sem fundamento algum. Mas é divertido escrever. Até porque são muitas possibilidades para tudo. Se bem que para a morte... bom, tu não, mas os outros podem escolher caixão... enfim, fui...

Um comentário:

Graziela disse...

hahaha
muito bom o texto...
e muito boa a chuva que deu hoje..

me deu uma vontade louca de estar no centro de novo hamburgo e ter uma desculpa para me encharcar toda na chuva..