Aqui está um título

Há algum tempo, quanto mais específico fosse alguma coisa, mais atraente, interessante, indispensável e útil ele era. Então, tudo foi reduzido, especificado, detalhado.

Hoje, acontece o contrário. Busca-se o polivalente, multiuso, o prático, a economia em um só, o tempo em um só.

E por que?

Porque as pessoas nunca estão satisfeitas com coisa alguma. Querem sempre novidades, e novidades, e novidades. Como se a vida fosse feita apenas de novidades. Como se novidades fossem indispensáveis e altamente produtivas.

Então o que é velho não presta mais. O que não é tendência não presta mais. O que está mais acessível não é mais útil. Quem faz realmente a diferença é idiota.

E no fim não há muito mais a ser dito.

Insatisfação inútil, busca boba por novidades sempre. Assim como na música. As pessoas buscam novidades musicais e caem no mundo das drogas, tipo sertanejos universitários, funks de favela, pagodes de corno, e claro, os emos.

Drogas, não só as musicais. Na televisão, no rádio, na internet, a busca pela novidade, geralmente supérflua, desnecessária e patética sempre leva a maioria a seguir uma tendência. O orkut foi assim, twitter, quem sabe facebook nesse ano. Sempre tomados por idiotas que só querem estar lá, escrever merda e tentar gastar seus estoques de cachaça e de camisinhas com alguém.

Colheita feliz, formspring, já ouviram falar né? Então, se você não participa dessas coisas, você faz parte da minoria, como eu.

Não vai demorar muito a tudo isso cair banalmente como algo ultrapassado. Isso acontecerá quando uma nova tendência patética surgir para ocupar o tempo de desocupados e bobos seres de uma sociedade cada vez mais carente de personalidades definidas, e únicas.

Coisas surgem, coisas somem e, mesmo que sem leitor algum, continuarei aqui, ali e acolá, escrevendo em blogs, mesmo que eles sejam definitivamente coisa do passado.

Passado? Bruxas eram coisa do passado, e o afeminado harry potter tornou modinha novamente. Vampiros? Não existem. Então por que uma legião de meninas histéricas e... bobas(pra não dizer outra coisa) ficam aos berros discutindo com pessoas como eu, dizendo que Crepúsculo é o melhor filme da história.

O passado volta, com novidades, ou não.

E o que importa?

Cada um sabe o que importa, mesmo.Ou não.

5 comentários:

Jééh disse...

o livro de crepúsculo pode até ser bom, mas o filme é bosta total, e quem falar é uma fãn da série, eu sei o que digo. Mas concordo contigo, logo essa modinhas vão passar e surgir outras, então pra que se prender a isso ? Oõ

Taw disse...

"o que já foi, torna a ser"

um acho que algum sábio disse algo assim...

[hum... hehehe... eu com certeza não busco novidades nas músicas... xD rsrs]

Hum... imagino que o orkut [facebook, ou coisas assim] não teria muita "graça" sem que houvesse qualquer a compartilhá-lo. Com o Blog pode ser diferente, dependendo dos objetivos...

:-P

Rebeca Postigo disse...

Sabe...
Não vou dizer que não tenho uma fazendinha no Orkut...
Nem que não li os quatro livros da saga crepúsculo...
Porque seria mentira...
Mas tudo vai passar...
Vão trazer algo repaginado...
Como os remakes de filmes...
Os gibis que agora são filmes...
E etc...
Como disse o velho Chacrinha: "Nesse mundo nada se cria... Tudo se copia!"

Bjs

Roberta disse...

Aqui tudo vira modinha mesmo. Orkut,msn,twitter,BBB, A fazenda, Dja vu... é incr´vel como pega rápido aqui.
"Nesse mundo nada se cria... Tudo se copia!" [2]

Graziela disse...

"Nem que não li os quatro livros da saga crepúsculo..." tinha certeza absoluta de que fossem três... mas isso não faz diferença.
de fato, tudo isso será esquecido quando a proxima novidade chegar...