Um dia no hospital...

Minha mãe precisava se operar e o escolhido para ir com ela fui eu.

Eu juro que se eu encontrasse o cara que inventou o SUS, ele não ia voltar pra casa inteiro, no mínimo um olho roxo, porque é uma palhaçada, na papel estava 13:00 a operação da minha mãe e ela só foi chamada 15:50 e operada 16:30, ficando em recuperação até as 20:00, sendo que sempre faltava meia hora pra ela receber alta, e eu fiquei lá sem fazer nada, mas nada mesmo. Não adiantou fazer alguns temas, ler jornal e muito menos assistir televisão, já que a globo de tarde é uma maravilha... ( repeteco de novela e clássicos da sessão da tarde)

Posso dizer que em um hospital tu vê de tudo e mais um pouco. Nenê com cinco meses e já sem o apêndice, mulher de 26 anos com água no pulmão, jovem morto uma semana depois de casar... Cada um, que vou te dizer! Mas tu também encontre gente boa, que dê pra bater um bom papo pra passar o tempo.

O bom é que eu cheguei a conclusão que sou paciente, pois ficar sentado do meia dia até as oito da noite, sendo enrolado e sem fazer nada, não é pra qualquer um.

E o melhor ainda é que a operação da minha mãe foi muito bem sucedida, yeah!

Um comentário:

Graziela disse...

paciência... precisa-se para viver nesse mundo louco de hoje em dia..