Eu não sei que título colocar

To de saída amanhã... Enfim, praia! Torres, linda Torres. Atravessar a ponte bamba sobre o rio Mampituba, tomar banho no mar, assistir o canal da Ulbra, que pega lá, mas aqui em casa não pega, passear depois do almoço... Já me despedi no meu blog, e agora vou escrever ainda um post por aqui...

Hoje de manhã, como de costume, peguei o jornal, algo para comer, e fui me sentar na área, em frente à minha casa, olhando a rua, os transeuntes, os pássaros, ouvindo seus cantos, e por vezes gritos, e ouvindo também um ótimo CD da Graforréia Xilarmônica. Eu na verdade não sei se era vinil ou CD, e se for CD, não sei se era original ou pirata. Até arrisco uma opinião de que era esse último CD, ao vivo, da banda. Eu não sei sobre o CD, porque quem estava ouvindo o CD na verdade, eram os meus vizinhos.
Eles são os vizinhos mais legais que tenho. Nunca falei com eles, e pouco os vejo, mas sei que devem ser legais. Eles sempre ouvem CD's bacanas, mas não são egoístas de ouvirem baixinho... Eles põe num volume que eu, ali na área da minha casa, também posso ouvir. Gente boa. Meus pais não gostam deles porque eles ouvem rock'n'roll no último volume (e às vezes eles mesmo tocam), e eu gosto deles justamente por este motivo.
Foi em um certo trecho da minha leitura, que pude ouvir "Eu queria tanto encontrar uma pessoa como eu, a quem eu possa confessar alguma coisa sobre mim", e depois mais adiante, noutra notícia ou crônica, ouvi algo semelhante a "ôh ôh ôh ôh ôh ôh ôh ôh", com direito a um dos vizinhos cantando alto junto com a música.
Esse é o legal e o chato de morar aqui em Lomba Grande.. Música gratuita para todos os gostos. Tem para roqueiros (os meus vizinhos são os únicos que conheço que fazem esse tipo de boa ação), para pagodeiros (como disse no último post do meu blog), tem para quem gosta de música tradicionalista, e tem também para quem gosta simplesmente de barulho (os carros de som infernais que rodam uma música chata da moda, e depois fazem a propaganda, de verduras, de locadoras de vídeos, de políticos, de festas, etc).

Um comentário:

ViNícULa disse...

o acento do quack da pata é pra diferenciar do quack do pato
entendeu?
e outra
boa viagem então